sexta-feira, outubro 01, 2010

*ARTE E ENIGMA

Arte e Enigma

*

Quando te olho te bebo de paixão

Na tela, a tinta colorindo a mente

Imagino o pincel bailando na mão

Surge o sol, a lua, a nuvem fluente

*

Por traz da árvore o rochedo tímido

A porta fechada, dentro o enigma

Na casa, o que habita? tema rígido

Cria a imagem, sonho frio e cama

*

O caminho infinito e todo mistério

Passos, sem rota amplidão azul

Sol e poema nascem sem critério

É arte confabulando norte a sul

*

Minha primeira tela acanhada e nua

Minhas origens meu retrato sertão

Dilema íntimo entre arte que flutua

Na singeleza vou buscando perfeição

*

SoniaNogueira

*

Minha primeira tela

Professor Edu, SESC

Um comentário:

POESIAS EM FOCO disse...

Um versejar maravilhoso poetisa, parabéns conterrânea ilustre.