segunda-feira, abril 26, 2010

*AMOR


Embriagai-vos
*
Dos goles doces que o amor vos sacia,
Como o néctar dos deuses no Olimpo.
Se em cada sonhar vosso há poesia,
Buscai como diamante em garimpo.
*
Tal qual o vinho, que da mesa é musa,
No tilintar dos copos boca e ensejo,
Deitai todo o encanto sem escusa,
Na mão que oferta no rubro, o desejo.
*
Mesmo que no momento passageiro,
Perca a emoção das horas, minutos,
Embriagai-vos como dia primeiro.
*
Olhando pro luar sorvei da taça,
Que na brisa escorrega em segundos,
Bebei da emoção que da vida é graça.
*
SoniaNogueira

2 comentários:

Efigênia Coutinho disse...

Olá Sonia, que coisa mais gostoso eu aqui neste sabado em New York, chegar em seu Blog, e ler seu belo Soneto, isso que chamo de momento elevado, sendo você essa pessoa que vive uma Luz tão intensa, deixando o caminho todo iluminado, adorei, com afeto,
Efigênia Coutinho

INFETO disse...

Osprimeiros goles do vinho do amor são suaves, os últimos secos. ABraços

http://poesiafotocritica.blogspot.com/